Faça o exame uma vez e, em seguida, reformate para qualquer plano com alta resolução submilimétrica.
Faça o exame uma vez e, em seguida, reformate para qualquer plano com alta resolução submilimétrica.

Cube

O Cube substitui aquisições 2D corte a corte e plano após plano com uma única varredura de volume 3D. Você pode facilmente reformatar dados de volume isotrópicos e submilimétricos 3D do Cube em qualquer plano, sem lacunas e com a mesma resolução do plano nativo. O novo mecanismo ARC com autocalibração e formação de imagens paralelas ajuda a acelerar a sequência e minimizar artefatos. E você apreciará o incrível contraste do tecido.

  • RM neurológica O Cube oferece conjuntos de dados 3D isotrópicos, contíguos e submilimétricos que podem ser facilmente reformatados em qualquer plano, substituindo, assim, vários exames 2D. Os cortes ultrafinos e ricos em SNR do Cube ajudam a visualizar até mesmo lesões pequenas e sutis, sem efeito de média de volume parcial.
  • RM musculosquelética. O Cube gera dados 3D isotrópicos, contíguos e submilimétricos que você pode reformatar facilmente em qualquer plano. Algumas estruturas do tecido melhor visualizadas em vistas oblíquas podem agora ser facilmente examinadas. Os cortes ultrafinos e ricos em SNR do Cube ajudam a eliminar o efeito de média de volume parcial ajudando, portanto, a visualizar até mesmo lesões pequenas e sutis.
  • RM corporal. O Cube adquire conjuntos de dados 3D isotrópicos, contíguos e submilimétricos que podem ser facilmente reformatados em qualquer plano, substituindo, assim, vários exames 2D. O Cube de cortes ultrafinos ricos em SNR pode ajudar a visualizar até mesmo lesões pequenas e sutis, sem efeito de média de volume parcial.

"Não é possível argumentar contra estudos 3D de cortes finos e sem lacunas. Isso vai mudar a forma como fazemos exames”. 

Lawrence N. Tanenbaum, MD, Professor Adjunto de Radiologia
Diretor de RM, TC e Desenvolvimento de Imagem Avançada/Ambulatorial
Mount Sinai School of Medicine, Nova York, NY

A imagem usada acima é cortesia do Hopital St. Joseph, Paris, França.

Literatura

SIGNA Pulse of MR